Quais efeitos de uma cirurgia na infância?

Quais efeitos de uma cirurgia na infância?

Por: - Cirurgia Pediátrica - SC 9020 RQE 6364
Publicado em 24/02/2019

Passar por uma cirurgia na infância pode ser uma novidade  para as crianças e um momento de superação para os pais. É normal que todos fiquem apreensivos e ansiosos com o procedimento cirúrgico, mas se ele foi indicado pelo médico, é preciso entender que é a melhor forma de solucionar o problema pelo qual a criança está enfrentando.

Para diminuir a ansiedade e ter mais segurança em relação à cirurgia, é fundamental que os pais entendam exatamente o problema da criança e tirem todas as dúvidas com o médico responsável. Se a criança já tiver entendimento da situação, o que, geralmente, ocorre a partir de 1 ano e meio, os pais podem conversar com o pequeno e explicar o que está acontecendo.

A criança fica muito mais calma quando entende que algo está acontecendo e será preciso por uma cirurgia para ficar melhor. Por isso, não tente esconder a situação e explique tudo o que irá acontecer. Ser realista e transmitir confiança aos pequenos é a melhor maneira de prepará-los para a operação.

O que fazer no pré-operatório?

A cirurgia na infância exige um cuidado a mais com os pacientes. Como são crianças, é preciso que os pais assumam o controle da situação e orientem o pequeno sobre todas as etapas da cirurgia.

É importante lembrar que o sucesso da operação começa ainda no pré-operatório. Claro que cada cirurgia exige uma preparação diferente, mas nessa fase, os principais cuidados e recomendações são:

  • Realizar todos os exames pré-operatórios solicitados pelo médico;
  • Realizar a consulta pré-anestésica para avaliar se a criança possui alguma alergia a um dos componentes da anestesia;
  • Tirar todas as dúvidas com o médico, inclusive deixar a criança fazer perguntas;
  • Se possível, levar a criança para conhecer o hospital e a equipe médica antes do procedimento cirúrgico.

No dia da cirurgia

O dia da cirurgia costuma gerar ainda mais ansiedade e apreensão na família. Mas se todas as etapas anteriores foram cumpridas, fique calmo e confie na qualificação da equipe médica.

Manter a calma é importante, também, para transmitir confiança e segurança à criança. Se você demonstrar nervosismo, a criança poderá perceber e ficar agitada. Além de se preparar psicologicamente, outros cuidados são importantes nesta etapa:

  • Evite que a criança faça muito esforço. É importante que ela esteja descansada para a cirurgia;
  • Vista-a com uma roupa confortável para ir ao hospital;
  • Se a criança possui algum objeto preferido, como um bichinho de pelúcia, leve-o para o hospital;
  • No caso de bebês, leve a mamadeira e chupeta;
  • Respeite, rigorosamente, o tempo de jejum estabelecido pelo médico. De maneira geral, o tempo de jejum é mostrado abaixo.

periodo-de-jejum

E o pós-operatório?

O período pós-operatório é tão importante quanto o pré-operatório e a cirurgia em si. Muitos pais acreditam que após a operação, o problema foi corrigido e a criança está fora de perigo. Mas, para garantir o sucesso total do procedimento, é fundamental que os cuidados continuem nesta fase.

No pós-operatório, os principais cuidados são:

  • Antes de levar a criança para casa, verifique se será necessário realizar alguma adaptação para facilitar a vida do pequeno, como mudá-lo para um quarto mais próximo do banheiro, por exemplo;
  • Evite que a criança realize esforço e atividades físicas durante as primeiras semanas após a cirurgia. Lembrando que cada cirurgia exige um tempo de repouso específico, então confirme essa informação com o médico;
  • Opte por oferecer alimentos leves à criança. Também não se esqueça de hidratá-la bastante;
  • Siga as recomendações médicas referentes a medicamentos, curativos, etc.

Com as dicas acima, fica mais fácil para os pais e para a criança encararem uma cirurgia na infância. A escolha do médico também faz toda a diferença para o sucesso da operação. Ao escolher o médico responsável pela cirurgia, procure um profissional de sua confiança e que tenha boas referências no mercado.

Saiba mais sobre a Urologia Kids. Conheça nossa equipe, formada por cirurgiões pediátricos especializados em urologia!

Inscreva-se em nossa newsletter

Receba mais informações sobre cuidados para a saúde em seu e-mail.

Material escrito por:
Cirurgia Pediátrica - SC 9020 RQE 6364
Publicado em 24/02/2019

Formada em medicina na Universidade Federal de Santa Catarina. Residência médica em cirurgia geral no...  Ver Lattes

12 de outubro – Dia do Cirurgião Pediátrico

12/10/2020

12 de outubro – Dia do Cirurgião Pediátrico

Leia mais

Hérnia umbilical: o que é e como tratar

08/10/2020

Hérnia umbilical: o que é e como tratar

Leia mais

ebook
20/09/2018

Ebook de Dicas

BAIXAR

Agendar Consulta