Torção testicular: o que é preciso saber!

Torção testicular: o que é preciso saber!

Por: Publicado em 23/04/2020

A torção testicular geralmente causa muita preocupação aos pais porque a criança ou o adolescente apresenta um quadro súbito de dor aguda e intensa na bolsa escrotal. A dor provocada pela torção do cordão espermático e a redução da irrigação do testículo, pode irradiar para a região baixa da barriga e virilha, há aumento de volume e o menino pode ter náuseas e vômitos. É uma situação de emergência em que o paciente tem que ser levado o quanto antes para avaliação médica e realização de exame de imagem.

Apesar de ser diagnosticado também em adultos e bebês, a torção testicular é mais frequente entre os 12 aos 18 anos. O problema geralmente está relacionado à má fixação dos testículos dentro da bolsa testicular durante a gestação. Essa situação promove a inadequada a mobilidade dos testículos dentro do escroto e pode resultar a rotação dos mesmos em seu próprio eixo. A dor resulta da torção do cordão espermático, que é cheio de estruturas vasculares que irrigam o testículo. Ao reduzir a entrada de sangue, inicia a dor.

Geralmente a torção testicular ocorre durante o repouso ou sono e também, durante a prática de atividade física. “A busca por ajuda médica deve ser muito rápida tendo em vista que o período ideal para que o paciente seja submetido a cirurgia é de até seis horas”, destaca a cirurgiã e urologista pediátrica, Eliete Colombeli. A torção de testículo pode levar à perda da glândula devido a uma isquemia irreversível.

Inscreva-se em nossa newsletter

Receba mais informações sobre cuidados para a saúde em seu e-mail.

12 de outubro – Dia do Cirurgião Pediátrico

12/10/2020

12 de outubro – Dia do Cirurgião Pediátrico

Leia mais

Hérnia umbilical: o que é e como tratar

08/10/2020

Hérnia umbilical: o que é e como tratar

Leia mais

ebook
20/09/2018

Ebook de Dicas

BAIXAR

Agendar Consulta