Hipospádia

Hipospádia

 

A hipospádia é uma anormalidade congênita caracterizada por uma alteração na formação do canal da uretra, levando a uma abertura do orifício uretral numa posição anormal, que não se localiza na ponta da glande do pênis, onde seria o correto. Além disso, a doença frequentemente é acompanhada de encurvamento peniano e excesso de pele dorsalmente, como um capuz (capuchão), o que pode dificultar a micção de maneira adequada.

Trata-se de uma das mais frequentes malformações do órgão genital masculino, com incidência de 3 a 5 casos para 1.000 nascimentos. O problema não causa grandes complicações imediatas, mas deve ser corrigido para garantir que os meninos possam ter uma vida sexual normal no futuro, bem como não ter problemas durante a micção.

Ouça este conteúdo:

Causas

As causas da hipospádia ainda não foram completamente esclarecidas pela medicina. Sabe-se que é provocada por um defeito no desenvolvimento embrionário e pode ter ligação

hereditária. Alguns fatores ambientais e idade materna avançada também podem contribuir para o aparecimento do problema.

Tipos

Dependendo da localização do orifício uretral, a hipospádia pode ser classificada como mostrado na imagem abaixo.:

Diagnóstico

A hipospádia é diagnosticada no exame físico realizado logo após o nascimento do bebê. Para um diagnóstico preciso, é indicada a avaliação com um urologista pediátrico.

Tratamento

O tratamento para a hipospádia é cirúrgico. Na operação, cria-se um caminho para a urina sair pela ponta do pênis, como deveria ocorrer. Também é feita a plástica peniana, para deixar o pênis o mais semelhante possível a um órgão em que foi realizado um procedimento para correção da fimose. Após a correção, é restabelecido o trajeto natural do jato de urina.

O ideal é que a operação seja realizada entre os 6 e 18 meses de vida do bebê, mas o procedimento pode ser feito em qualquer idade. Somente o urologista é capaz de definir o melhor momento para a realização da cirurgia.

O tratamento é fundamental, pois colabora para:

permitir que a criança urine em pé;

evitar futuros problemas psicológicos devido a uma genitália malformada;

permitir que o paciente apresente função sexual normal no futuro;

melhorar a estética do pênis.

Seu filho precisa de atendimento urológico? Entre em contato conosco pelo site e agende uma consulta!

12 de outubro – Dia do Cirurgião Pediátrico

12/10/2020 • Artigos

12 de outubro - Dia do Cirurgião Pediátrico

Ler mais
Hérnia umbilical: o que é e como tratar

08/10/2020 • Dicas

Hérnia umbilical: o que é e como tratar

Ler mais
Hérnia inguinal: o que é e como tratar

29/09/2020 • Artigos

Hérnia inguinal: o que é e como tratar

Ler mais

Agendar Consulta

 

Conversar sobre as questões inerentes ao tratamento, confortar e transmitir segurança só é possível a partir da realização de uma consulta. Escolha a melhor data e horário e aguarde pela confirmação do agendamento, a ser enviada para seu e-mail.

 


[contact-form-7 404 "Não encontrado"]
Agendar Consulta